Entrada: Marketing pessoal como ferramenta para aumentar as vendas

Marketing pessoal

Marketing pessoal como ferramenta para aumentar as vendas

Marketing e vendas são duas áreas que se complementam, já que o sucesso de uma depende bastante da outra. Porém, há formas diferenciadas de marketing que podem ser determinantes para vender mais. Uma delas é o marketing pessoal.

Provavelmente você já sabe, mas constantemente os clientes costumam decidir por uma compra se baseando muito em como se sentem com relação ao vendedor. Para você, que atua na área de vendas, investir no seu marketing pessoal é uma boa forma de conquistar os consumidores.

Você sabe o que é marketing pessoal?

É indiscutível o quanto é fundamental divulgar a empresa para ter maiores possibilidades de crescimento nas vendas. Mas só trabalhar a imagem dela pode não ser o suficiente para o consumidor, já que muitas vezes conta muito a forma como ele é abordado por um vendedor.

E é aí que entra o marketing pessoal: trata-se de uma série de estratégias e técnicas que buscam melhorar a imagem de um profissional com relação à forma que as pessoas o enxergam, seja o cliente, um parceiro, um investidor, um chefe, entre outros.

Como fazer marketing pessoal

Neste quesito entram diversos aspectos, como a forma com que o vendedor se veste, como ele se comunica (linguagem verbal e corporal), como ele trata seus clientes, entre outros. Tudo isso é importante para a imagem do profissional.

Neste artigo vamos oferecer a você 6 dicas sobre como fazer um bom marketing pessoal. Confira:

1 – Escolha bem o seu vestuário

Aquela famosa frase “a primeira impressão é a que fica” pode ser polêmica, mas muitas vezes a primeira imagem que um cliente tem do vendedor impacta numa venda. É sempre bom você se atentar às roupas que utiliza e estar vestido de acordo com o trabalho que tem.

E não só isso, cuide bem de sua higiene pessoal para evitar situações constrangedoras com os consumidores e, também, com os colegas de trabalho.

2 – Use e abuse da simpatia

Coloque-se no lugar do cliente: como você lidaria com um vendedor mal humorado, que só fala quando você pergunta alguma coisa e que quase não olha para você?

Portanto, seja busque ser simpático(a) com os clientes, dê bastante atenção e priorize a boa educação. Claro, sem exageros, já que você pode ser visto como inconveniente.

3 – Aposte no universo online

As redes sociais podem ser uma poderosa ferramenta de divulgação pessoal. Crie o hábito de atualizar suas informações, escolha fotos que mostrem você em um ambiente profissional e se apresente como um especialista no assunto que você atua.

Além disso, você pode potencializar sua imagem profissional ao criar e-books, escrever artigos em um blog e, até mesmo, realizar lives ou palestras online. Ter um canal no Youtube, por exemplo, pode ser interessante para a sua carreira.

4 – Crie um bom networking

Buscar por conexões que ajudem no seu trabalho – antigos e atuais colegas de empresa, parceiros, clientes, entre outros – é uma boa forma de marketing pessoal.

Você também pode participar de grupos de discussão sobre o tema em que atua, comentar publicações, participar de lives nas redes sociais, entre outras ações que fazem você ser notado na comunidade online.

5 – Invista no seu aperfeiçoamento profissional

Buscar novos aprendizados e se manter atualizado é essencial para o seu currículo profissional. Invista em cursos, acompanhe as tendências da sua área e potencialize a sua carreira. Faça uma boa pesquisa para escolher as qualificações mais indicadas em sua área, para incrementar a sua formação.

E não se esqueça: sempre que se especializar em alguma área de conhecimento, atualize o seu currículo e suas redes sociais, principalmente o LinkedIn.

6 – Saiba se comunicar bem

Quando falamos sobre comunicação, levamos em consideração a sua forma de falar, de forma pausada, clara, objetiva e, de preferência, corretamente no que se refere ao bom português. Nem todo mundo tem paciência e tempo, então vá direto ao ponto e evite ser prolixo.

Mas, além da comunicação verbal, preste atenção em como você se comunica corporalmente, ou seja, com o seu próprio corpo. Existem algumas dicas que você pode utilizar para este quesito, mas algumas são básicas, como por exemplo, olhar nos olhos ao conversar com o cliente, não cruzar os braços quando ele fala com você e evitar olhar ao relógio durante o atendimento.

Estas são algumas orientações que você pode utilizar para se aperfeiçoar neste tema, mas claro que fazer um marketing pessoal não é tão simples assim. Você deve dedicar algum tempo para construir uma imagem adequada. Porém, não basta fazer uma vez, este é um trabalho constante.

De qualquer forma, vale muito a pena se você busca por melhores resultados e, principalmente, se você buscar se destacar ainda mais no mercado de trabalho.

Gostou das nossas dicas? Clique aqui e confira mais artigos do nosso blog!

Relacionados

¡Se el primero en comentar!

Una respuesta

Ingrese su comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

WeCreativez WhatsApp Support
Nuestro equipo de soporte está aquí para responder sus preguntas.
👋 Hola, ¿en qué podemos ayudar?