Post: O que é Inside Sales e como implementar na minha empresa?

Inside Sales traz diversos benefícios para a empresa

O que é Inside Sales e como implementar na minha empresa?

No mundo das vendas existem variados termos e com certeza você já ouviu falar em um deles: Inside Sales. Mas você sabe o que significa e quais os benefícios dele?

Traduzido para o nosso idioma, Inside Sales significa “vendas internas” e nada mais é do que o processo de vendas realizado internamente na empresa. São os vendedores buscando e atendendo os clientes dentro da corporação.

Este modelo de trabalho vem sendo usado com frequência nas áreas comerciais para complementar os novos processos de vendas. O foco é otimizar o trabalho dos vendedores, aumentar o faturamento do setor e reduzir os custos da empresa.

O Inside Sales funcionaria em minha empresa?

Com os avanços da tecnologia, hoje em dia contamos com diversos recursos que facilitam o Inside Sales. Por exemplo, você não precisa mais encontrar com o seu cliente e nem mesmo fazer um telefonema: videoconferências, videochamadas ou mensagens instantâneas por meio de aplicativos de celular suprem essa necessidade.

Investir em Inside Sales para sua empresa pode fazer a diferença

Ou seja, investir no processo de vendas internas não quer dizer que você estará longe do cliente. Pelo contrário, é bem possível estar ainda mais próximo dele.

Sendo assim, sua empresa pode – e talvez até deva – implementar o Inside Sales pelo menos em parte da equipe. Mas não basta apenas investir na tecnologia e oferecer as ferramentas necessárias para os seus profissionais: eles precisam ser capacitados para esse modelo de atuação, já que é necessário todo um preparo.

Quais os benefícios do Inside Sales?

Ao investir em um modelo de Inside Sales em sua equipe, você terá melhorias importantes na a sua empresa e, também, no atendimento ao cliente.

Redução dos gastos

Com os trabalhadores atuando na empresa, haverá menos gastos com viagens, hospedagens, deslocamentos, entre outros que são comuns para quem é vendedor.

Também haverá uma boa redução do tempo gasto em atrair e conquistar novos clientes, já que o uso da tecnologia facilita bastante nesse processo.

Aumento da margem de lucro

Por consequência, com sua empresa gastando menos dinheiro e menos tempo, a margem de lucro irá aumentar. Sua equipe poderá trazer um número maior de clientes e estabelecer um relacionamento mais direto com eles, aumentando assim a possibilidade de fidelizá-los.

Equipe mais produtiva

Ainda falando sobre viagens e deslocamentos, ao ter esses quesitos reduzidos, os trabalhadores estarão menos cansados para desenvolver suas atividades e, assim, poderão atingir suas metas com mais facilidade e rapidez.

Padronização das vendas

Padronizar as vendas não significa seguir um roteiro decorado e focado apenas no fechamento de uma venda, e sim que haverá um discurso mais assertivo e seguro que a empresa poderá passar ao cliente.

Desta forma, os vendedores saberão o que precisa ser dito no momento da venda, quais as formas de persuadir o cliente, como contornar as possíveis objeções, quais cases de sucesso podem utilizar para convencer, entre outros.

E como implantar o Inside Sales em minha empresa?

Caso você tenha se interessando em adotar o Inside Sales em sua empresa, é importante você seguir algumas orientações:

1 – Capacite seus vendedores

Como dito anteriormente, não basta apenas inserir este modelo junto à sua equipe. Todos eles precisam ser treinados e qualificados para atuar nesse novo processo.

Apresente o conceito a eles, estabeleça um cronograma com os procedimentos que serão adotados e realize treinamentos práticos, que simulem uma situação de atendimento.

2 – Ofereça uma estrutura adequada

É importante contar com o apoio da tecnologia para inserir o Inside Sales – na verdade, sem a tecnologia não será possível adotar esse modelo.

Sendo assim, ofereça em computadores e celulares de qualidade, invista em uma internet rápida e tenha linhas telefônicas e ramais suficientes para que todos possam trabalhar com tranquilidade.

3 – Estabeleça um cronograma para transição

Talvez a sua equipe não esteja preparada para uma mudança tão drástica, já que se trata de um novo modelo de trabalho. Portanto, estabeleça um plano de transição para que os novos processos sejam implantados.

É importante que seus clientes também entendam essa mudança. Uma opção é estabelecer algumas reuniões com os mais antigos e tradicionalistas, pelo menos até que eles se acostumem com essa nova realidade da empresa.

E aí, gostou do nosso post? Comente abaixo e compartilhe com os seus amigos! Clique aqui para ver outros artigos do nosso blog!

Relacionados

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *