comercial@play2sell.com

Entrada: O que é gamificação e por que inserir nos treinamentos de vendas?

O que é gamificação e por que inserir nos treinamentos de vendas?

O mundo evolui cada vez mais rápido graças aos avanços da tecnologia. Hoje em dia muito daquilo que víamos como tradicional já não é mais a mesma coisa ou, em alguns casos, já não existe mais. Dentro desse cenário de novas tendências, uma vem chamando a atenção do mercado: a gamificação.

Este termo está se popularizando e sendo visto como a evolução dos métodos de ensino. Se antes para aprender nós dependíamos de um professor, de uma sala de aula, de papel e de caneta, hoje em dia temos formas mais modernas de aprendizado graças à tecnologia.

Acompanhar essa evolução é fundamental para toda empresa, para que não fique atrás no mercado e continue a manter seu nome como referência entre o público. Portanto, é sempre bom conhecer as tendências que surgem e o quanto apostar nelas pode ser benéfico.

Sendo assim, neste artigo vamos falar sobre o que é a gamificação, porque esse formato é interessante para os treinamentos de vendas e quais os benefícios que ele proporciona.

O que é gamificação?

Gamificação é um termo que veio do inglês – gamification – e significa transformar uma situação em jogo. Para isso, utiliza as dinâmicas, os elementos, a lógica e a metodologia dos games.

Trata-se de uma estratégia que busca maior interação, envolvimento e engajamento dos participantes. Para isso, traz um formato mais divertido para eles, que foge dos treinamentos tradicionais e traz uma forma mais inovadora de aprendizado, aliando o estilo lúdico à realização de tarefas com objetivos a serem atingidos.

O principal objetivo desse formato é fazer com que os conteúdos passados sejam mais fáceis de compreender, o que facilita o processo de aprendizagem e torna as informações passadas menos complexas.

Na gamificação são usados diversos elementos presentes nos jogos, como pontuações, rankings, objetivos a serem atingidos, premiações, entre outros. Tudo isso com o intuito de atrair mais as pessoas e promover o aprendizado dos participantes.

O maior diferencial da gamificação é que alia o aprendizado à diversão, o que gera maior interação e engajamento dos participantes e facilita a retenção dos conteúdos ensinados. Além disso, aumenta a motivação dos colaboradores, visto que esse formato proporciona momentos de descontração e interação entre eles.

E isso faz total sentido: em pesquisa realizada pela TalentLMS, foi perguntado como os trabalhadores se sentiam quando participavam de treinamentos. 83% deles disseram estar mais motivados com treinamentos gamificados, em comparação com os treinamentos tradicionais. Já aqueles que se sentiam entediados, o número caiu de 49% para apenas 10% com os games.

Porém, inserir a gamificação nos treinamentos não significa abandonar totalmente os outros métodos e, sim, incorporar e agregar essas técnicas para melhorar os resultados das capacitações.

De qualquer forma, o mais importante é oferecer mais dinamismo aos treinamentos, para fazer com que os colaboradores realmente queiram participar. Trata-se de uma estratégia para quem busca a adesão e aprendizado de todos dentro de uma empresa.

O que é gamificação?

Apesar de trazer resultados positivos, é necessário conhecer os principais tipos de gamificação e quais suas vantagens antes de adotar essa estratégia.

Quais os tipos de gamificação?

Quando falamos sobre o que é gamificação, pensamos em dois tipos para serem utilizados, dependendo do contexto, das necessidades e do perfil do público-alvo.

Ao optar por uma gamificação, você não está apenas investindo em entretenimento para os colaboradores, mas também em uma ação voltada a trazer impactos positivos, como maior interação, colaboratividade e espírito de equipe.

Mesmo que os formatos sejam bem diferentes um do outro, ambos são muito eficazes e cumprem com seus papéis. Mas de qualquer forma, é importante entender quais os objetivos a serem atingidos antes de escolher um deles:

Analógica

Este formato é o mais tradicional, considerando os tempos antes dos avanços da tecnologia. É o uso de tabuleiros ou jogos de cartas, atividades que foram muito utilizadas no passado e que, apesar de muitos considerarem ultrapassado, ainda podem agregar bastante ao aprendizado, além de serem bem divertidas e engajadoras.

Ao utilizar baralhos, jogos de tabuleiros ou, até mesmo, dinâmicas presenciais, você pode criar e personalizar atividades que irão gerar bons resultados. 

A vantagem dessa modalidade é que pode ser utilizada em qualquer local, mesmo sem internet ou sem energia. Apesar de ser considerado pelo público mais jovem como algo ultrapassado, este formato ajuda bastante no aprendizado.

Digital

O digital é, hoje, o mais popular quando falamos em gamificação. Como vivemos imersos em uma era em que a tecnologia evolui constantemente, este formato acaba por ser o mais atrativo e procurado pelas empresas.

Neste tipo são usados aparelhos eletrônicos – como smartphones, tablets e computadores – e tem a tecnologia como principal aliada para atrair, envolver e engajar os participantes. 

Outro diferencial é que, dependendo de qual plataforma for escolhida, o formato digital traz estatísticas, rankings e resultados em tempo real, o que traz mais dinamismo e competitividade aos treinamentos.

Mesmo para as gerações que não estão familiarizadas com os avanços da tecnologia, este formato é cada vez mais fácil de usar, com modelos bem amigáveis aos usuários, instruções bem didáticas e navegabilidade mais clara.

Além disso, este tipo de gamificação também oferece a possibilidade de ser utilizado em qualquer hora ou local, como por exemplo, em casa durante o final de semana, ou no trajeto após o expediente, o que aumenta o engajamento dos participantes, independente do ritmo e do tempo que cada um possui no dia a dia.

O que é gamificação

Para qual público é indicado?

Hoje em dia não existe distinção de público para a utilização da gamificação. Tanto os mais jovens quanto os mais experientes podem participar de qualquer um dos tipos que existem.

A tecnologia vem tratando o acesso às gerações mais idosas de forma mais explicativa e facilitada. Smartphones, por exemplo, sempre possuem opções de navegabilidade que ajudam os idosos que possuem alguma dificuldade ou limitação física.

Quando falamos em treinamentos gamificados, a experiência do usuário é tratada como prioridade. Sendo assim, mesmo aqueles que não são familiarizados com tecnologias mais avançadas conseguem entender e participar, graças às orientações que cada plataforma oferece.

Nos dias de hoje, grande parte das pessoas possui um smartphone com acesso à internet, o que é um ponto a favor do formato digital da gamificação. A familiaridade com as novas tecnologias vem crescendo a cada ano que passa.

Mas, ao mesmo tempo, talvez seja interessante saber qual o perfil dos participantes, como por exemplo, quais as preferências deles, o que faz com que eles se interessem mais e o que os motivam a aprender. Conhecendo bem os seus funcionários, você poderá aplicar o treinamento de forma mais certeira e as chances dele dar certo crescem bastante.

Quais os benefícios da gamificação?

A gamificação nos treinamentos traz diversos benefícios, tanto para a empresa quanto para os colaboradores. Confira alguns deles:

1 – Equipe mais preparada

Ao oferecer um treinamento gamificado, a sua equipe estará mais preparada para atender os clientes e trazer mais lucros para a empresa. Os consumidores estão cada vez mais exigentes e, ao serem recebidos por um profissional capacitado, as chances de fechar um negócio aumentam bastante.

A possibilidade das suas taxas de conversões em vendas cresce consideravelmente à medida que sua equipe comercial está bem preparada para atender os clientes.

2 – Maior satisfação do cliente

Ainda falando sobre os consumidores, quando estes possuem um problema e são atendidos por um colaborador bem preparado, a satisfação dele aumenta e, com isso, a possibilidade dele voltar a consumir seus produtos é maior.

3 – Aumento da motivação da equipe

Quando a empresa investe em treinamentos para a equipe, o colaborador se sente prestigiado, o que aumenta a sua motivação. Além disso, quando o é por meio de uma gamificação, o profissional fica mais animado. Esta acaba por ser uma forma de tornar as capacitações mais dinâmicas e divertidas.

4 – Aumento do engajamento no treinamento

Ao mesmo tempo, o profissional que participa de uma capacitação gamificada fica mais engajado em aprender mais, já que geralmente esse formato proporciona rankings de pontuação. Seja para ganhar um prêmio ou só para ser o que mais se destaca, o funcionário se dedica mais para alcançar os objetivos do treinamento.

5 – Maior produtividade

Quanto maior a motivação e o engajamento, maior também a produtividade da equipe, que se sentirá mais feliz e irá se dedicar mais às atividades do dia-a-dia. Quando falamos da gamificação em específico, o colaborador aplicará o que aprendeu e poderá desenvolver seus serviços com mais confiança

6 – Feedback imediato

Por ser um game, o treinamento proporciona um aprendizado seguro e baseado em aprender com os erros. Mesmo que o participante fracasse em determinado objetivo do jogo, ele estará aprendendo e, ao mesmo tempo, se divertindo.

7 – Trabalho em equipe

A gamificação também ajuda a induzir o trabalho em equipe, já que as dinâmicas podem envolver parcerias e competições em grupo. Assim, os colaboradores poderão se conhecer melhor e ter uma experiência de alcançar objetivos como um time.

8 – Gestão de tempo

Com desafios que envolvem prazos determinados para concluir um trabalho, os profissionais buscarão fazer o seu melhor no tempo estimado e, assim, ao aplicar os aprendizados no trabalho, poderão conseguir bons resultados na gestão de tempo e execução de uma tarefa ou função.

9 – Desenvolvimento pessoal

Outro benefício da gamificação é proporcionar aos colaboradores as oportunidades de aprender, crescer e explorar novas possibilidades. Assim, suas capacidades e talentos ocultos aparecem e eles poderão ser melhor aproveitados pela empresa.

10 – Colaboradores irão promover a empresa

Ao satisfazer as expectativas e necessidades dos colaboradores, eles se tornarão, automaticamente, promotores da empresa e falarão bem dela para amigos e familiares. Sendo assim, este acaba por ser mais um motivo para engajar os profissionais, já que estes irão defender a empresa e elevar o nome dela fora do ambiente de trabalho.

Como aplicar a gamificação na minha empresa?

Para aplicar a gamificação na sua empresa de forma assertiva e obter os resultados que você tanto deseja, algumas perguntas precisam ser respondidas:

Quais os objetivos?

É importante estabelecer os objetivos que sua empresa quer alcançar, seja treinar a equipe para novas práticas, apresentar novos produtos ou trazer novas ferramentas, por exemplo. Assim, os participantes entenderão aonde todos querem chegar.

Haverá pontuações e recompensas?

Uma forma interessante e atrativa de motivar os colaboradores é trazer uma competição saudável entre eles. Por meio de um ranking, com pontuações e vencedores, o engajamento será maior e, caso você queira potencializar isso, pode oferecer um prêmio para quem ficar nas primeiras posições.

Quais serão as regras?

Estabelecer quais serão as regras das competições e deixá-las bem claras para todos os participantes é mais do que necessário, é estratégico. Isso evitará conflitos e reclamações durante os jogos e, assim, ninguém se sentirá injustiçado. Porém, pode ser interessante trazer novas regras ao final de cada jogo, para aumentar a competitividade entre os colaboradores.

A tecnologia é adequada às necessidades?

Saiba e entenda se as plataformas de gamificação oferecem bons recursos da tecnologia para atender as necessidades da sua empresa. Existem diversas opções no mercado, as quais trazem variadas funcionalidades para as empresas e os usuários.

Por exemplo, o treinamento gamificado oferece quizzes, ranking e pontuação em tempo real, o que ajuda nas competições, ao serem anunciados os vencedores de cada uma delas, e também dá um rápido feedback a cada um dos participantes.

Inclusive, pense também sobre como fará para facilitar o acesso das pessoas que não costumam utilizar a tecnologia com frequência. Pessoas de gerações mais antigas costumam ter mais dificuldade, portanto, veja como será o preparo delas antes de colocar os jogos para funcionar.

Como os resultados serão mensurados?

Após o término do treinamento, você precisa saber o quanto ele impactou os seus colaboradores. Então, defina quais serão os índices a serem analisados. Aumento nas vendas? Satisfação dos clientes? Maior número de ligações feitas?

Seja qual for, é essencial definir antes do treinamento quais serão os índices mensurados, para entender o que deu certo e o que deu errado na capacitação.

Em quais treinamentos posso aplicar a gamificação?

Abaixo mostraremos alguns exemplos de quais treinamentos podem ser beneficiados com a gamificação:

1 – Treinamentos de vendas

Toda empresa que se preze precisa vender para continuar na ativa e a melhor forma de potencializar as vendas é investir na capacitação dos profissionais. Oferecer treinamentos de vendas com frequência, para aprimorar a equipe, desenvolver novas estratégias e motivar os profissionais, é fundamental para o crescimento dos negócios.

A melhor parte é que o colaborador, ao aprender jogando, irá reter mais as informações que receberá. Além disso, aprenderá na prática e poderá, naquele mesmo momento, treinar suas habilidades e aplicar as técnicas que aprendeu, tudo de forma dinâmica. Isso fará com que ele tenha um bom desempenho em suas atividades e a se sentir parte importante da equipe.

2 – Treinamentos corporativos

Treinamentos que visam apresentar novos produtos e serviços, novos processos ou novas ferramentas podem ficar ainda melhores por meio da gamificação. O formato deixa essa capacitação mais atraente para os colaboradores e torna a atividade dinâmica, o que irá deixá-los mais animados e atentos.

Gamificação

Além disso, com a ajuda da tecnologia, o RH da empresa pode acompanhar o desempenho dos funcionários e entender, de forma imediata, os resultados dessa ação e avaliar o quanto esse treinamento está sendo efetivo e o que precisa ser melhorado ou mantido.

3 – Treinamentos de integração de novos colaboradores

Outro treinamento que pode ficar mais dinâmico, divertido e produtivo, a integração de novos colaboradores – ou onboarding – também tem muito a ganhar com a gamificação.

Caso o colaborador precise ser apresentado a conhecimentos específicos ou técnicos, ou se for uma apresentação da empresa, da cultura dela e dos processos que existem, esse formato facilita o aprendizado e o entendimento do que é passado.

Conclusão: devo investir em treinamentos gamificados?

Em termos de mercado, a gamificação é uma das principais tendências. Em 2015 o mercado era de US$ 1,7 bilhão. Em 2018 passou para US$ 5,5 bilhões. As projeções apontam que em 2025 este número deva chegar a US$ 32 bilhões.

Esses números mostram o tanto que a gamificação está na moda. E nos treinamentos não é diferente, já que a proposta de aliar o aprendizado à diversão é algo visto como inovador pelas empresas, que buscam formas de impactar seus colaboradores de forma positiva.

Além disso, considerando que hoje em dia grande parte da população possui um smartphone e acesso à internet, apostar em um treinamento gamificado fará com que os participantes aprendam mesmo quando não estão na empresa, seja no trajeto para casa, durante o horário de almoço ou nos finais de semana.

Porém, antes de simplesmente inserir uma capacitação gamificada, você deve analisar o perfil dos seus colaboradores. Afinal, de nada vai adiantar se eles não se adequarem ao formato, não é?

Mas, se os funcionários atenderem ao perfil, investir em um treinamento gamificado pode fazer toda a diferença e trazer grandes resultados para a sua empresa.

E aí, o que achou do nosso artigo? Se quiser saber mais, haz clic aqui e agende uma reunião com um dos nossos consultores!

Relacionados

¡Se el primero en comentar!

Ingrese su comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *